quarta-feira, 22 de junho de 2016

Obediência a Deus
João 14. 21- Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
Introdução: Cada um de nós deve se perguntar a si mesmo porque obedecer aos mandamentos de Deus? É por medo da punição? É porque desejamos as recompensas de uma vida justa? Ou é porque amamos a Deus e a Jesus Cristo e queremos servi-lo? Quando obedecemos por medo da punição isso não é correto, mas ainda assim é melhor do que não obedecer. Porém seremos muito mais felizes se obedecermos a Deus porque o queremos e o amamos, quando obedecemos voluntariamente ao Senhor, Ele nos abençoa. Entretanto aqueles que esperam ser mandados e guardam os mandamentos de má vontade, estes desagradam ao Senhor. Quando desobedecemos a Deus, trazemos para nós mesmo, males que certamente influenciarão negativamente nas nossas vidas e que impedirá de recebermos vitórias que almejamos.
No livro de Daniel nós podemos constatar exemplos de verdadeiros jovens obedientes, tementes, adoradores e fieis ao Senhor.
Daniel 1.3-4-6 e 7.
3  E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real e dos príncipes,
4  Jovens em quem não houvesse defeito algum, de boa aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e doutos em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a língua dos caldeus.
6  E entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias;
7  E o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael o de Mesaque, e a Azarias o de Abede-nego.
Os quatros jovens judeus escolhidos tinham nomes de significado importante para Deus. Daniel significa “Deus é meu juiz”; Misael “Quem é como Deus?”; Hananias “Javé é gracioso” e Azarias “Javé é meu ajudador”. E agora seus novos nomes tinham referencia a deuses pagãos e apesar do ambiente pagão a qual passariam a viver, esses jovens tinham convicção de quem eram e a quem deviam lealdade somente ao Deus verdadeiro, o nosso Deus a qual conhecemos. Será que você se manteria fiel e obediente se passassem a viver em um lugar contrário a palavra de Deus? Aqueles jovens conseguiram!
E agora eu te convido a refletir comigo, primeiro que o rei não queria jovens com qualquer aparência, (Dn. 1.3-4) e aqueles quatros jovens tinham ótima aparência, por quê? Por que sabiam que Deus também não, aceita, termos qualquer aparência e eles eram jovens obedientes a Deus. E agora eu te pergunto como estar a sua aparência diante de Deus? Qual será a sua aparência na escola onde você estuda, na rua que você mora? Será que sua aparência e comportamento condizem com um jovem cristão? Será que o seu comportamento e sua aparência fora da igreja estão de conforme com os padrões cristãos? Se você tem uma aparência e comportamento que não corresponde a um jovem cristão quando você está fora da igreja, você está errado. Se você engana a seus pais, pastores e líderes saibam que a Deus você não pode enganar, e que Deus não tem vocês por inocentes, vocês podem ser jovens, mais jovens com capacidade de saberem o que é certo e errado, de discernir o que é pecado e o que agrada a Deus e que a consequência da sua desobediência implicará de forma negativa na sua vida a qual tende a causar sofrimentos para você e aqueles que te amam. O desejo de Deus é que você seja obediente aonde quer que você esteja em qualquer lugar onde você estiver. Não podemos brincar de ser cristãos, mas que sejamos verdadeiramente tementes e obedientes ao Senhor.
         E a bíblia conta que no segundo ano do reinado de Nabucodonosor, o rei teve um sonho, o qual perturbou muito, e o rei queria saber a interpretação do sonho, mas nenhum de seus magos e sábios soube interpretar, e rei muito irado baixou um decreto a qual matasse todos os magos e sábios porque nenhum deles sabia revelar e interpretar o seu sonho. Então chegou o oficial do rei para buscar a Daniel e seu companheiros porque eles também eram sábios e para que fossem mortos. Porém Daniel foi até a presença do rei e pediu um tempo e ele revelaria ao rei a interpretação do seu sonho. E aconteceu que Daniel e seus companheiros oraram ao Senhor e Deus revelou para ele através de uma visão de noite, qual era o sonho do rei e a sua interpretação e Daniel agradeceu ao Senhor pela sabedoria dada a ele. Então Daniel foi à presença do rei e lhe falou toda revelação e interpretação do sonho. E depois que Daniel revelou, veja o que o rei disse a ele: (acompanhe a leitura). Daniel 2.47-49.
47  Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério.
48  Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitas e grandes dádivas, e o pôs por governador de toda a província de Babilônia, como também o fez chefe dos governadores sobre todos os sábios de Babilônia.
49  A pedido de Daniel, constituiu o rei a Sadraque, Mesaque e Abede-nego sobre os negócios da Babilônia.
         Veja o que aconteceu com o nome do nosso Deus exaltado por um rei pagão por causa da obediência, fidelidade, e amor de Daniel a Deus. E o que você faz para que o nome do nosso Deus seja exaltado? Será que você tem procurado exaltar o nome de Deus ou tem envergonhado o nome de Jesus Cristo? Com maus exemplos e fazendo o que o mundo quer você faça. Será que você permanece fiel e obediente a Deus frente às más influências? Ou você se deixa influenciar se contaminando com o pecado e envergonhando a sua fé e o nome do nosso Deus.
         Obediência requer renuncia, renunciar as nossas próprias vontades, prazeres e desejos. Quem não renuncia não obedece, não há como obedecer a Deus ao mesmo tempo satisfazer os desejos da nossa carne. Jesus renunciou toda a sua glória como Filho Unigênito, renunciou o seu trono nos céus, e se tornou um simples servo, que pregava a paz, o amor e o Reino de Deus. É o exemplo de Jesus Cristo que devemos seguir. Ama-lo e obedecê-lo fazendo a sua vontade. Daniel provou sua lealdade a Deus, que nós possamos também provar nossa fidelidade renunciando todas as coisas que não agrada ao Senhor.
         Se você estiver fazendo algo de errado, que entristece e envergonha a Deus, abandone hoje, se arrependa porque o coração quebrantado e arrependido agrada ao Senhor, não brinque com Deus, Deus é amor, mas também é justiça, estar escrito em I João 4.8 Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Em Jeremias 23:6 – O Senhor como a nossa justiça. E por causa desse amor e justiça, Deus ele age com punição. Em provérbios 3.12 Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem. Vamos ser obedientes a Deus e fazer a sua vontade! Amém!
 E a fé e obediência daqueles jovens mais uma vez foi testada em Daniel cap.3 conta que o Rei Nabucodonosor fez uma grande estatua de ouro da sua própria imagem para que fosse adorado por todos, e aquele que não adorasse seria lançado na fornalha de fogo ardente. Porém Sadraque, Mesaque e Abde-nego, não se curvaram diante a estátua do rei, e logo homens o denunciaram ao rei. E o rei irado mandou chamar os três jovens e disse vou pedir que toquem as trombetas novamente e ao toque vocês se prostrarão para adorar-me. Mas, se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos?
E olha só o que eles responderam ao rei.
Daniel 3. 16-18
16  Responderam Sadraque, Mesaque e Abednego, e disseram ao rei Nabucodonosor: Não necessitamos de te responder sobre este negócio.
17  Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei.
18  E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste.
            E o rei enfurecido mandou aquecer a fornalha sete vezes mais e que lançassem os três jovens dentro dela, e estava tão quente que os homens que lançaram os três jovens morreram, mas a Sadraque, Mesaque e Abede-nego Deus deu livramento, pois havia um anjo com eles dentro da fornalha, e todos puderam ver que não tinha três e sim quarto homens passeando dentro da fornalha sem que nada lhes acontecesse e o rei abismado bradou Sadraque, Mesaque e Abde-nego servos do Deus altíssimo saiam de dentro da fornalha. Olha o que falou o rei. Daniel 3. 28-30
28  Falou Nabucodonosor, dizendo: Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, que enviou o seu anjo, e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois violaram a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus.
29  Por mim, pois, é feito um decreto, pelo qual todo o povo, e nação e língua que disser blasfêmia contra o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, seja despedaçado, e as suas casas sejam feitas um monturo; porquanto não há outro Deus que possa livrar como este.
30  Então o rei fez prosperar a Sadraque, Mesaque e Abednego, na província de Babilônia.
Conclusão

Esses três jovens nos deixam um grande aprendizado, mesmo sob ameaça de morte, eles permaneceram fieis e obedientes a Deus e conseguiram através de sua fé engrandecer o nome de Deus novamente   E aos jovens que estão aqui que vocês possam seguir este exemplo de fé e obediência, recusem as oferendas do mundo: drogas, bebidas, prostituição e muitas outras coisas. Não se incomodem em ser chamados de careta, não queiram se igualar a eles, lembre-se que você é filho do Deus altíssimo e que Ele comtempla o teu comportamento e te abençoará se você engrandecer o nome dele através de suas ações fazendo o que é certo diante Deus. Sejam também obedientes aos seus pais, líderes e pastores e você será um jovem grandemente abençoado por Deus.  (momento de louvor e apelo)

Sâmara Alencar

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Esboço Pregação Amizade entre Pais e Filhos

Amizade; Interação entre Pais e Filhos
Introdução:
Para que a família seja bem estruturada, construída em bases sólidas é necessário um bom relacionamento entre pais e filhos quando existe esse bom relacionamento mesmo que venham momentos difíceis e problemas acharão condições de permanecerem unidos. Antes de imposições de regras que deverão ser obedecidas, os pais precisam construir um bom relacionamento de amizade.
A amizade entre pais e filhos, isto é, um relacionamento afetivo, é de extrema importância na formação da personalidade de uma pessoa e também motivo para que as normas impostas sejam obedecidas.
O que os filhos devem aos pais
Efésios 6.1-3
1  VÓS, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.
2  Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa;
3  Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra.
O primeiro versículo de efésios 6 Deus fala aos filhos sobre a obediência, porque é justo diz o Senhor, o que significa ser justo: sensato, íntegro, exato, preciso, que se ajusta bem, se adapta facilmente. Então sabemos que sendo obedientes praticamos a justiça além de estarmos agradando ao Senhor.
Depois o Senhor recomenda no versículo 2...Honra... Mas o que quer dizer HONRAR: conjunto de ações e qualidades que fazem com que alguém seja respeitado.
         Os filhos devem honrar aos pais  que é a mesma coisa de respeitar. E porque o Senhor fez este mandamento?
Olha o que estar escrito no versículo 3  Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra.
Nós vemos em noticiários, no nosso bairro, em todos os lugares que muitos jovens hoje têm suas vidas interrompidas muito cedo. E porque será que isso acontece? Porque será que jovens morrem tão cedo?
Não se enganem a bíblia é muito clara, aqueles que decidem seguir o seu próprio caminho, isto é, seguem na direção errada, desobedecendo aos pais, as autoridades, não querem saber de Deus, jovens indisciplinados que querem seguir os caminhos das drogas, do crime, prostituição, e muitas outras coisas erradas. A bíblia fala em Romanos 6.23 Porque o salário do pecado é a morte. Deus dar várias oportunidades para a pessoa se arrepender de seus erros e pecados, mas muitas vezes essas pessoas decidem não querer e muitas vezes pagam com a própria vida.
No livro de Lucas cap. 15.11-32 conta a parábola do filho pródigo. O pai tinha dois filhos a qual ele amava-os muito incondicionalmente, o filho mais velho era trabalhador e obediente, porém o filho mais novo, “podemos assim dizer que estava na fase da rebeldia” ele sabia que ia herdar um bom dinheiro do seu pai após sua morte, porém ele não queria esperar, Na sua pressa em querer conhecer o mundo e se divertir, viver sua própria vida independente, ele chegou para o pai e pediu a sua herança antecipada. O pai como o amava deu o dinheiro. E logo esse jovem partiu para uma terra bem distante, e logo começou a fazer muitas amizades e participar das baladas da época, beber, conhecer muitas mulheres, ele estava na ilusão de que tinha uma vida feliz, tudo que ele queria estava acontecendo. Aquele rapaz desprezou o amor de seu pai, desobedeceu e quis seguir o seu próprio caminho, seguiu na direção errada. E a bíblia é muito clara queridos veja o que estar escrito em provérbios 20.20 Se alguém amaldiçoar seu pai ou sua mãe, a luz de sua vida se extinguirá na mais profunda escuridão.
 Isso não é diferente comigo e você, precisamos entender que Deus quer o melhor para nossas vidas e que para isso devemos ser obedientes a Deus, aos nossos pais. Logo aquele jovem ia começar a pagar muito caro pela sua desobediência, seus erros e pecados, porque Deus faz assim ele castiga a quem ama, Deus aplica a correção, muitas vezes a pessoa precisa chegar ao fundo do poço para aprender e enxergar o seu erro. Aquele jovem perdeu todo o seu dinheiro e ficou sem nada, somente com a roupa do corpo, e seus amigos o abandonaram. E para não morrer de fome precisou arrumar um emprego e o único que ele conseguiu foi para cuidar de porcos, veja a situação que ele chegou um jovem que tinha todo conforto na casa de seu pai até empregados tinha a seu dispor, agora estava cuidando de porcos, a bíblia conta que ele tinha tanta fome que até a as bolotas dos porcos ele sentia vontade de comer. Ninguém se importava com ele estava completamente sozinho. Olha que situação difícil à dele, veja a situação que Deus permitiu que ele chegasse, ele estava no fundo do poço. Estava pagando muito caro porque desprezou e desobedeceu tanto a Deus como a seu pai. Mas foi nessa situação que o jovem começou a perceber o seu grande erro, ele sentiu vergonha do que  tinha feito e começou a se arrepender profundamente. Deus é misericordioso, e tudo o que Ele quer é nos amar e perdoar de nossos pecados. Estar escrito em Tiago 4.8 Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração. E a bíblia diz que aquele jovem voltou para a sua casa e pediu perdão a Deus e a seu pai, e pediu pra ser recebido como um dos empregados dele. Mas o seu pai o amava muito o perdoou e recebeu com grande festa. Então esse exemplo serve de lição para as nossas vidas não vamos seguir nossos próprios caminhos, vamos ser obedientes a Deus, e sejam obedientes aos seus pais, para que vocês tenham vida longa e abençoada por Deus aqui na terra.
O que os pais devem aos filhos
Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.
Olha como Deus é claro em suas palavras devemos ensinar nossos filhos em todas as oportunidades que tivermos.
A educação dos filhos é responsabilidade inteiramente dos pais, aqueles pais que deixam essa educação nas mãos de terceiros traz prejuízos sem precedentes para eles próprios. Sabemos que a igreja, a escola, auxiliam os pais nessa educação, porém a responsabilidade foi dada aos pais. Estar escrito em provérbios 22.6 Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.
Todos os dias nossos filhos são bombardeados por Satanás, que deseja ardentemente conseguir tomar os nossos filhos par o mundo das drogas, da sensualidade, do homossexualismo, da bebida e tantas outras coisas..., é nosso dever como pais lutar para isso não acontecer temos que entrar na guerra diariamente com oração, sim, mas não somente com isso, sabemos que a oração é uma arma poderosa, mas também precisamos ter um bom relacionamento com os nossos filhos, isto é ter amizade, interação, aproximação suficiente para que eu e nem você percamos nossos filhos para Satanás.

E pra finalizar essa mensagem tem algumas dicas de como você conseguir ter esse bom relacionamento com seus filhos.

Em Colossenses 3.21 diz: Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.
        
1º Relação de Afeto: eles desejam ver à relação e amor entre os pais.
2º Precisam ser ouvidos: muitos pais não dão atenção ao que o filho quer dizer ou quando escutam ignoram a mensagem contida nas palavras.
3º Amor Incondicional: demonstre amor, aceitação, não faça cobranças exageradas ou mesmo indevidas, faça elogios, dê a devida importância para que seu filho sinta que de fato pertence aquele grupo familiar.

É muito importante, que você não desista na primeira tentativa, ore ao Senhor peça sabedoria, peça ao Senhor o que for preciso para conquistar amizade de seus filhos.


E filhos retribuam o amor de seus pais, obedecendo e honrando em tudo.


Sâmara Alencar.